Bebida Alcoólica vs Emagrecimento e ganho de massa.

Rate this post

O consumo de álcool per capita no Brasil elevou mais de 40% nos últimos anos, tornando o país um dos líderes no ranking.

A OMS não vê o consumo do álcool em si como um problema, mas considera que o uso excessivo e a ausência de gestão em certas situações podem se transformar em riscos para a saúde. porções seguras para pessoas saudáveis estão abaixo de 30g de etanol por dia, o que iguala-se a duas latas de cerveja ou duas doses de destilado, como uísque ou pinga, e, de preferência, não diariamente.

Esta quantia normalmente não afeta a saúde do fígado ou do coração.

É claro que o seu consumo não deve ser incentivado todavia, caso o indivíduo opte por beber, que seja dentro dos limites, independente se esse consumo é pontual ou comum

Existe uma real relação dentre bebida alcoólica e ganho de massa?

Quando o tema proposto. é bebida alcoólica e ganho de massa, uma das maiores polêmicas está nos seus efeitos na desempenho e, consequentemente, na distribuição corporal.

A resposta é bem relativa, uma vez que os efeitos do álcool no organismo e na hipertrofia vão variar de diversas circunstâncias como: dose ingerida, regularidade de consumo, tempo entre ingestão e atividade física, metabolismo do indivíduo e formação, corporal.

Apesar da maioria das pessoas crer que o etanol produz apenas efeitos nocivos estudos apontam a não-interferência de seu consumo, quando leve ou moderado, em algumas circunstâncias.

Vamos discutir muito detalhadamente as porções e reações no organismo.

Os efeitos imediato

bebida alcoólica e ganho de massa desempenho e rendimento

Há um acordo de que o álcool é um depressor do sistema Nervoso central e que desencadeia sinais como rubor na face e alterações de dedicação entre outros.

Seu consumo tem um efeito prejudicial em uma grande quantidade de sistemas dentro do corpo.

Há décadas, o American College of Sports Medicine (ACSM) já se situou quanto ao uso de álcool em esportes, afirmando que a ingestão aguda de álcool pode realizar efeito prejudicial em grande diversidade de aptidões psicomotoras, mesmo em pequenas doses. Entre elas são retardo da resposta reacionária equilíbrio do corpo, estabilidade, precisão e coordenação dificil Os tempos de reação podem ficar até 30% mais lentos.

O consumo de bebidas alcoólicas pode ser prejudicial caso o praticante de atividade física o participe no dia de treino, uma vez que teria menor assertividade para a prática do exercício após a ingestão. O organismo demora por volta de uma hora e meia a duas horas para eliminar os efeitos dos 30 g. de álcool, aquelas 2 latas de cerveja.

Caso a porção seja maior, vai aumentando-se o tempo necessário para metabolização. Portanto, a prática de atividade física não é indicada após o consumo de bebidas, sendo necessário esperar o período de eliminação do álcool.

os efeitos tardios

Além do mais, se o consumo se tornar crônico, com certeza irá incomodar no cadência de treinos e influenciar no ganho de massa magra. Os efeitos tardios Em estudos efetuados na Escócia em 1987, indivíduos que foram sujeitos a doses de álcool, não tiveram prejuízos em testes psicomotores horas após a ingestão, apesar de terem apresentado mudanças nas respostas das tarefas de dedicação em baixas doses.

Curiosamente, os testes subjetivos pareciam ser mais sensíveis aos efeitos do álcool no sistema nervoso central durante o período da “ressaca”, algumas horas depois, quando a concentração de álcool no plasma já era baixa e os sujeitos sentiam-se atordoados.

Esse é um alerta para jogadores que muitas vezes deixam de ingerir bebidas no dia do acontecimento esportivo ou competição, entretanto, consomem álcool na noite que antecede a atividade.

Já em outro estudo realizado em 1998, verificou-se que a ingestão de até 100ml de álcool tinha pequeno efeito na performance psicomotora na manhã seguinte. No entanto, houveram mudanças em relação à concepção e à qualidade do descanso.

Please follow and like us:
error

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Pinterest
Pinterest
Instagram
Google+
Google+